O poder dos grandes parceiros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
5/5

Sobre funcionários e parceiros.

Quantos parceiros e funcionários estão na sua empresa por mais de 5 anos? Por quais motivos você troca estes? Qual é o índice de satisfação e o turnover dos seus fornecedores? Se a sua resposta é nenhum, preço, e, fornecedores devem somente entregar serviços com o melhor preço. Sua empresa está vivendo um processo de automutilação.

Juntos vamos além!

Entenda. Um bom relacionamento é conduzido com tempo e aprendizado. Obviamente parceiros não qualificados, tecnicamente incapazes de lidar com a sua equipe, e oferecer soluções para as demandas do seu negócio, devem ser cortados. Porém, aqui estamos falando de relações capazes de empoderar a sua marca. Parceiros fiéis devem ser valorizados. Um bom parceiro, conhece a sua empresa a fundo, e adquire autonomia e proatividade tornando-se um verdadeiro defensor da sua marca, e responsável por grande parte do sucesso dos seus produtos.

Como escolher os bons parceiros?

Nem sempre os melhores parceiros ou fornecedores são aqueles que lhe entregam o um baixo preço, se tratando de serviços, é ainda mais complicado definir o que é um bom parceiro para a sua empresa, pois serviços são “produtos” intangíveis, onde devemos considerar a maneira como eles são desenvolvidos e mensurados. Uma boa prática no momento de escolher um novo parceiro, é observar o quanto ele oferece uma conexão empática com os princípios pelos quais o seu negócio preza. Por exemplo: Se a sua empresa é uma empresa que zela por uma concorrência leal. Não fará sentido contratar uma consultoria que ofereça um modelo de concorrência baseado em ataques. Fornecedores que possuem mão de obra qualificada, falam confortavelmente sobre os serviços que prestam, e possuem experiência suficiente para lidar com todas as limitações do seu negócio. Suas habilidades podem ajudá-lo a obter uma boa performance para os seus negócios.

Transparência

Seja transparente, e exija transparência! Relacionamentos de longo prazo precisam ser claros. A transparência, é o primeiro passo para uma boa relação de fidelidade e confiança. Um bom parceiro estará disposto a lidar com as dificuldades do seu negócio, sejam elas financeiras, limitações de orçamento, ou pontos negativos do seu produto. Exemplo: Se a sua empresa produz refrescos e concorre com uma grande marca, os pontos negativos da sua marca, devem ser trabalhados de maneira extremamente clara. “Nosso produto possui um bom sabor, porém não é tão atrativo quanto o da nossa principal concorrente”. Ao assumir este ponto negativo, a sua marca deixa claro para a agência de publicidade, “não vá por este caminho”. Uma marca envaidecida, pode insistir que o sabor do seu produto, é tão bom quanto o produto da concorrente. Ao seguir este caminho ela insistirá em dizer algo que não é verdade ao público. Esta ação não levará a sucesso algum!

Ouvir e ser ouvido

Duas cabeças pensam melhor do que uma. Um fornecedor que está disposto a ouvir e não hesita em falar, será extremamente eficiente nos processos de planejamento. Assumirá dificuldades e responsabilidades, estará disposto a aprender e entender melhor sobre os pontos onde o seu negócio e o serviço que ele oferece se cruzam.

Tempo e aprendizado

Poucas pessoas entendem 100% sobre seu negócio tão bem quanto você, portanto se você não estiver contratando alguém que montará os seus móveis ou trocará as lâmpadas do seu escritório, será necessário tempo, para que a relação seja desenvolvida, e quanto mais você evitar este doloroso período de entendimento e aprendizado, maior será o dano. Sempre observamos marcas cortando investimentos em um determinado setor, nunca há recursos o suficiente para investir em algumas questões, mas sempre há recursos para investir em novas aquisições para o time. Não estamos falando de parceiros tecnicamente inativos e pouco ligados a filosofia do seu negócio. Mas entenda, bons relacionamentos se desenvolvem com o tempo.

Empoderamento da marca

Com um relacionamento bem construído, e um bom entrosamento, seu time entenderá e será capaz de prever movimentos da concorrência nas batalhas de mercado, a sincronia será mais fácil. Sua equipe estará afinada, posicionada de acordo com a habilidade e afinidade de cada jogador. Um estudo feito pela CIES Football Observatory, aponta dentro das cinco maiores e mais famosas ligas europeias que, times campeões possuem baixíssimo índice de turnover (troca de camisa) entre as temporadas. Isso deixa claro que, a longa permanência de patrocinadores, fornecedores e jogadores, resulta em mais performance e resultados. Estabilidade e visão de futuro, são conquistadas costurando parcerias duradouras.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
On Key

Conteúdo relacionado

O poder dos grandes parceiros

Nem sempre os melhores parceiros ou fornecedores são aqueles que lhe entregam o um baixo preço, se tratando de serviços, é ainda mais complicado definir o que é um bom parceiro para a sua empresa, pois serviços são “produtos” intangíveis, onde devemos considerar a maneira como eles são desenvolvidos e mensurados.

Continuar lendo »